Atrativos Turísticos R - EAD Iranduba: Belezas Naturais e Agricultura
Artigos

ESCOLA FANTASMA DE IRANDUBA

Atualizado em 21/11/11
Por Paulo Onofre

A reforma da Escola Municipal Creuza Abess Farah, parece uma daquelas histórias das arábias, senão vejamos: o Edital de licitação para escolher a empresa construtora, que faria a reforma, foi marcado para o dia 21de abril, só que esqueceram que este dia é feriado nacional, e o dia 22 do mesmo mês, é sexta-feira santa, também dia de guarda.

A empresa vencedora da tal licitação foi A. E. Pinheiro, o valor orçado da obra foi de R$ 224.860,87, com prazo de 90 dias para a conclusão da mesma, conforme pode ser lido em uma placa de madeira, colocada em frente à escola. Até o momento já se passaram cerca de 200 dias e ainda não foi concluída a reforma da citada escola.

Isso nos faz lembrar o Samba do Crioulo Doido, composto por Stanislaw Ponte Preta, que foi sucesso nacional. O assunto dessa escola em reforma caiu no mesmo enredo enlouquecedor, pois diz um velho ditado popular que “pau que nasce torto, não tem jeito, morre torto”.

Confirmando nossas palavras, a escola em questão continua entregue às baratas, pois nada de reforma foi feita pela construtora que venceu a licitação. Além de abandonada, cheia de entulhos e mato, esse prédio público está sendo invadido por ratos e cururus, que estão tomando lições de insalubridade e descaso com a coisa pública. Parece que o prefeito da cidade faz questão de ostentar, à vista de todo mundo, o descaso com o município. Para ele não interessa o bem estar do povo e a educação de nossas crianças, pois isso para ele são coisas secundárias.

Acontece que o povo irandubense anda comentando pelas feiras e logradouros de nossa cidade, exatamente o que é lógico: “como é que o prefeito pagou e a obra não foi feita?

O Chico Bacaba, personagem criado por este blogueiro, diria que essa obra é fantasma, pois o prefeito parece até aquele ex-governador, que o povo e o jornal Maskate o chamam de ‘cadeirudo’, que pagou 17 milhões de reais por uma obra que nem pedra fundamental tinha. Quem fez a denúncia foi o Ministério Público, e ficou por isso mesmo!

Este blogueiro fica todo arrepiado só de pensar que em Iranduba acontecem coisas do arco da velha. Fomos compelidos a fazer esta matéria porque fomos procurados por vários moradores que, indignados, me entregaram fotos e recorte do jornal onde foi anunciada a licitação. Disseram que o prefeito pega o dinheiro da prefeitura e paga obras inacabadas. O prefeito age como se o dinheiro fosse dele e assim pudesse pagar a quem bem entendesse. Orientei aos mais de trinta irandubenses que me interpelaram para fazer essa denúncia que criassem uma comissão de moradores para procurar o prefeito, pois o mesmo deve ter uma explicação para o atraso da obra.

Caso o impasse não fosse resolvido orientei que procurassem o Ministério Público, pois lá é o fórum para se dirimir as dúvidas que porventura hajam.
Se é que foi pago a obra o prefeito está na obrigação de resolver esse impasse com construtora. Não podemos esquecer que o dinheiro é do contribuinte?

Comentei ainda com os denunciantes que, por menos disso, o Alfredo dançou, o Lupi vai dançar a lambada com o Maguila e o Orlando Silva ex-ministro, já foi cantar uma valsa, lá nos quintos dos infernos.
Acredito ser o momento oportuno para o Nonato Lopes criar um site com o Portal da Transparência e mostrar os números, ou seja, os recursos de convênios e repasses constitucionais que chegam até Iranduba, senão a coisa descamba para esse rumo e fica parecendo um bonde sem freio se casos como esse não forem explicados passa a cheirar como maracutaia.     
    
Em tempo: Fiquei sabendo por meio de um amigo comum que o prefeito de Iranduba, Nonato Lopes, me enviou o seguinte recado: “Diga àquele rapaz, que faz críticas à minha administração, que gosto muito dele e que quase todos os dias eu oro por ele”. Não sei se o recado foi em tom de gozação ou se foi uma ameaça. Mas fica aqui o registro.

Por: Paulo Onofre
Jornalista (MTb 467)
Jornal Tribuna de Iranduba


Fonte: Blog do Paulonofre

 

Outros artigos:
 
Copyright © 2019 - Todos os direitos reservados - Desenvolvido e mantido por Ewsite.NET | Administração